11 de jul de 2009

A Betty consegue


A Betty consegue usar blusas amplas e justas, salto alto e baixo, saias e vestidos, estampas e preto. A Betty consegue sorrir e e interpretar. A Betty consegue se aceitar, usa e abusa das tendências e não se importa com o que os outros vão falar. Acho isso legal, e espero que ela possa ensinar alguém que esteja precisando...

Brasil lidera ranking dos latinos que mais se preocupam com aparência

Os brasileiros estão entre os povos latinos que mais se preocupam com a aparência física. Segundo pesquisa da empresa britânica TNS realizada com mais de três mil pessoas no Brasil, Argentina, Guatemala e México, boa parte considera a possibilidade de fazer cirurgia plástica.
Numa escala de 1 a 10, os brasileiros são os que mais valorizam a estética - com uma média de 8,3. Essa importância que o brasileiro dá à aparência é cultural. Os latinos são muito dados a esse tipo de culto ao corpo pela própria descendência greco-romana - diz o presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica do Rio de Janeiro (SBCP-Rio), Dr. Sérgio Levy.
Além disso, nosso clima favorece essa preocupação com a estética. Vivemos semi-nus na praias, temos roupas decotadas e existe uma grande cobrança para que as pessoas aparentem ser jovens. A sociedade é voltada para o consumo do ideal de juventude - pondera o cirurgião.

- As mulheres representam o percentual maior em cirurgias plásticas.
- A lipoescultura e a lipoaspiração no abdômen (45%) são as cirurgias mais desejadas pelas mulheres, seguidas pela correção no nariz (21%), pelo implante nos seios (12%) e pelo lifting facial (11%).

Fonte: JB Online

Deixo aqui uma breve reflexão: será que realmente precisamos mudar algo em nosso corpo externo para nos sentirmos mais felizes e aceitos, ou muitas vezes o que precisa ser "anestesiado e operado" está dentro de nós?

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails